Ator, apresentador de televisão e empresário bem-sucedido. Márcio Garcia é tudo isso e um pouco mais. Sua trajetória de sucesso está recheada de fatos que mostram que ele não poupou esforços, talento e disciplina para chegar onde está.

Antes do sucesso ele era um jovem com hábitos comuns. Em 1992 cursava a faculdade de Administração de Empresas Santa Úrsula, em Botafogo, zona sul do Rio e, fazia planos para trabalhar na empresa do pai no futuro.

Mas Márcio não sabia que o destino reservava-lhe um outro caminho. Na época, o ator namorava uma modelo da Elite, agência de John Casablanca, no Rio de Janeiro. Numa tarde que ele a esperava na agência, notou que era observado pelo scout manager, que imediatamente fez a sua primeira proposta de trabalho.

Márcio começou a carreira de modelo estrelando comerciais para a Coca-Cola, Telemar, Guaraná Antartica e diversas marcas nacionais. Nesse período, a MTV Brasil pediu à E lite que encontrasse um modelo masculino para apresentar a versão brasileira do MTV Sports.

Márcio foi indicado pela agência e se destacou nos testes, sendo contratado logo em seguida para apresentar o primeiro programa da série.

Na época com 21 anos ele adorava esportes radicais como, bungee jumping, alpinismo , hoquei sobre patins , jiu-jitsu, snowbording e motocicletas. Em muitos dos seus programas do MTV Sports, Márcio passava de apresentador a protagonista das aventuras radicais apresentadas no programa.

O gosto pela interpretação já despontava em Márcio. Por isso, naqueles dias de MTV Sports, ele deixou a faculdade de Administração de Empresas e resolveu freqüentar o curso de atores na Oficina da Globo.

O seu primeiro papel em novelas da Rede Globo viria logo em seguida. Em 1994, ele foi escalado para o elenco de Tropicaliente. Na trama, ele é Cassiano, um bravo pescador de cabelos longos, forte e com um grande coração, que lutava pelos direitos humanos e políticos de seus companheiros da vila de pescadores.

O carisma de Márcio, a saudável aparência, o porte atlético foram perfeitos para o papel, que rendeu ao ator a posição número um em cartas de fãs enviadas à Rede Globo na época .

A partir daí, a carreira deste carioca deslanchou e ele obteve importantes papéis em outras novelas: Tropicaliente (1994), Cara e Coroa (1995/96), Anjo de Mim (1997), Anjo Mau (1997/98), Andando nas Nuvens (1997), Celebridade (2004).

Márcio também participou de dois especiais do Você Decide, da séries de programas interativos. Estrelou ainda dois filmes brasileiros: O Guarani (1994) e Zoando na TV (1998). No primeiro, ele interpretou Pery, o índio bem conhecido do folclore brasileiro. No segundo, o ator fez o seu primeiro papel de comédia, o que o fez ser chamado por Daniel Filho de Jim Carrey brasileiro.

Em 1999 estreou como apresentador de Gente Inocente nas tardes de domingo da Rede Globo. O programa foi líder em audiência nas tardes de domingo.

Márcio ganhou o prêmio Qualidade Brasil 2001, de melhor apresentador daquele ano .


Em 2004 por sua atuação na novela Tropicaliente ganhou prêmio de Ator Revelação.

Em 2004 por sua atuação na novela Celebridades ganhou o prêmio Qualidade Brasil 2004 como Melhor Ator Coadjuvante em Teledramaturgia.

Em 2005 estreiou o programa O Melhor do Brasil. Um programa de auditório com variedades, jogos e entretenimento em geral.

Em 2007 foi convidado a fazer uma participação especial na novela Vidas Opostas, da Rede Record!